terça-feira, 6 de agosto de 2013

Mais um para a família!

Olá amigos,

Viemos informar que nossa família está aumentando, a Nanda está grávida!!!

Logo, logo teremos mais um membro na Família Malas Prontas...Estamos muito felizes, foram 04 meses de espera, que mais pareceram 04 séculos, mas graças a Deus conseguimos.

Agora que venham as trocas de fralda.....kkkkkk...






Abraços,

Família Malas Prontas.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Acampar é...Nosso Hakuna Matata

Olá campistas,

Estava lendo alguns post's antigos e visitando alguns blog's, lendo e relendo como cada um deles descrevem o que é acampar, como se sentem acampando e o bem que faz para sua família.

Pensando nisso, chegamos à conclusão de que para nós Os Malas Prontas acampar nada mais é do que viver o estilo Hakuna Matata do famoso filme "O Rei Leão".
Quem não se lembra da tão famosa musiquinha, cuja letra diz:

"Hakuna Matata, é lindo dizer, 
Hakuna Matata, sim vai entender,
Os seus problemas você deve esquecer, 
Isso é viver, é aprender, Hakuna Matata"

 (Curtindo momento nostalgia em família).

Então é isso, acampar é o nosso Hakuna Matata, a gente esquece os problemas, vive muito bem em contato com a natureza e aprende a ficar longe da correria da cidade e deixa um pouco a tecnologia de lado e curte mais a família e os amigos.

Quando acampamos, o espírito de solidariedade se faz mais forte dentro de cada um, é mais fácil, cumprimentar um estranho e logo depois serem melhores amigos, é mais fácil ajudar, contribuir, desejar um bom dia, pois quando acampamos, a tendencia é prestar mais atenção nas pessoas, nas necessidades de cada um e no ambiente à nossa volta.

Há tanta correria no dia-a-dia das cidades, no trânsito, no trabalho, na faculdade, todos querem ganhar tempo e muitos se esquecem ou até mesmo não querem se aproximar dos seus vizinhos, desejar um bom dia, ou até mesmo nem sempre estão dispostos a ajudar como se estivessem acampando.

O que mais vemos por aí são os estressados no trânsito, na fila da padaria, no estacionamento, na fila de carros para pegar as crianças na escola, e por aí vai....

Não que sejamos pessoas ruins, não é isso não, é que simplesmente com tudo o que acontece nas grandes cidades é difícil deixar o stress de lado e ser mais sociável e amigável.

Então, quando temos a oportunidade de voltar à essência de viver que é o campismo, queremos curtir cada momento, e isso automaticamente nos torna mais sociáveis e tendenciosos a ajudar o vizinho de barraca por exemplo. 

O fato é que o campismo muda a gente, nos torna pessoas melhores, mais sociáveis, vivemos mais relaxados, esquecemos nossos problemas e curtimos a vida de boa, ou seja:




Abraços,

Família Malas Prontas.






domingo, 2 de junho de 2013

O frio não é nosso amigo

Olá amigos,

Sabe, hoje estávamos pensando em quando iremos acampar novamente, e chegamos à conclusão de que o frio não é nosso amigo e retornaremos aos campings somente na primavera.





Às vezes até dá vontade de pegar o carro...


Seguir para o camping mais próximo...



Montar a barraca debaixo de uma árvore...




Observar os pássaros....



Visitar cachoeiras...



Pescar...




Mas quando pensamos no frio, achamos melhor ficar em casa, tomar um bom chá ou chocolate quente e ficar na cama...




O jeito é esperar o frio passar, se não pode com ele, junte-se à ele.



Aos campistas que curtem acampar no frio, nosso respeito e admiração, pois precisa ter muita coragem para encarar. 

Se você já teve a experiência de acampar no frio, nos conte como foi, passou por muitos perrengues ou foi tranquilo?

Agora, nós vamos encerrar este post, pois os dedos já estão quase congelados e não dá mais para ficar escrevendo...rsrsrs.
Se frio é psicológico, o nosso está totalmente abalado!!!





Abraços,

Os Malas Prontas.


terça-feira, 14 de maio de 2013

Vocês conhecem o CEMUCAM?

Saudações amigos,


Sabe aquele momento em que você quer ir muito acampar, mas está sem tempo, sem grana, ou com outras prioridades que o impedem de juntar toda a "tralha" e seguir para o camping mais próximo? Pois é, quem nunca passou por isso pode se considerar com sorte! Nós "Os Malas Prontas" quando não podemos ir acampar, gostamos de fazer pic-nic com a família (abstinência de acampar dá nisso...rsrs).



Nós queremos apresentar para vocês, que assim como nós sofrem com longos períodos sem acampar, o Parque CEMUCAM.


História

O Cemucam (Centro Municipal de Campismo) foi fundado em 1968 com o objetivo de divulgar o campismo e atender os grupos de escoteiros e para atividades de natureza recreativo-educacional. O administrador do Cemucam (Leandro) explica que a atividade de acampamento foi extinta logo que um decreto tornou o Cemucam um parque. “Nada impede que façamos eventos esporádicos nesse sentido, a ideia me agrada”, diz.



Dami, Deda (mãe do Dami), Mel, Robson e Clarice (irmão e mãe da Nanda)

Mel e Nanda

Mel e Nanda



"O Cemucam é um dos lugares que mais me fazem bem no mundo. Muitas e muitas vezes, vou até lá, para respirar um pouco, dar um tempo nessa loucura que virou a vida. O Cemucam acolhe a gente, com seus silêncios, com suas árvores, com seus insetos e pássaros.

É uma pena que não se pode mais acampar por lá". 







Apesar de pertencer à cidade de São Paulo, o parque Cemucam é patrimônio de Cotia e faz parte da história de seus moradores. É um parque enorme, são 500 mil m² de muito verde, ideal para caminhadas, piqueniques e passeios com crianças, pois lugar para brincar e correr não falta. É uma ótima opção nessas férias.



O parque é antigo e fica na Granja Viana, mas muitas pessoas, principalmente as que acabaram de chegar por aqui, ainda não conhecem.












Infraestrutura



Quiosques e churrasqueiras, campo de futebol, ciclovia, bicicletário, pista de cooper, trilhas de vários tipos (terra batida, grama, etc.), bosque, gramado para piquenique, playgrounds, quadra poliesportiva e sanitários (que estão sempre limpos). Antigo casarão com grande varanda coberta que comporta atividades para cerca de 200 pessoas, com grande salão para eventos. Também existe um viveiro municipal, o Harry Blossfeld (antigo Viveiro de Cotia), que fornece espécies para o “Programa de Arborização da Prefeitura”. Há uma "inusitada" pista para pouso de pequenas aeronaves/helicópteros, mas está desativada, segundo informações obtidas no local. 


Entrada para a área das churrasqueiras

sanitários espalhados pelo parque

estacionamento dentro do parque (gratuito)

Estacionamento

Quadra Poliesportiva

Playground (Vários pelo Parque)

Uma das trilhas do Parque



Pista de Aeromodelismo (desativada)

Casarão para eventos para até 200 pessoas


Casarão para eventos para até 200 pessoas



Para cuidar de toda essa infraestrutura, o parque conta com 47 funcionários. 

Mais de 100 pessoas visitam o parque em dias de semana e aos finais de semana cerca de quatro mil pessoas passam pelo Cemucam. 


Viveiro

Muitos não sabem, mas em uma grande área a parte, funciona o Viveiro Harry Blossfeld, que produz principalmente espécies de palmeiras e árvores nativas da Mata Atlântica para serem replantadas em território paulistano. A área em que está situado o viveiro mede cerca de 500 mil metros quadrados, uma parte dessa área é de reserva ambiental. O viveiro tem administração independente do Cemucam e é uma área fechada. 




Fauna e Flora

O Cemucam tem fauna e flora muito ricas, são diversas espécies de plantas e animais que encontram refúgio no local. A vegetação do parque é composta predominantemente por remanescentes de Mata Atlântica, eucaliptal, bosques e gramados, além do viveiro. Mais de 200 espécies de plantas foram encontradas no parque incluindo espécies ameaçadas de extinção como o pau-brasil. Cerca de 120 espécies de animais encontram seu habitat no local, algumas ameaçadas de extinção. 








Novos projetos para o Cemucam


Leandro Bondar assumiu a administração do parque há pouco tempo e pretende aproveitar o potencial do Cemucam. Sua ideia é implantar educação ambiental, coleta seletiva, eventos culturais e realizar a reforma dos casarões. Atualmente oficinas de jardinagem com enfoque em temas ambientais são ministradas no parque. Segundo Leandro, um roteiro de educação ambiental está sendo desenvolvido para que sejam realizadas visitas monitoradas. O roteiro incluirá o Viveiro e será destinado principalmente para escolas e visitas agendadas.

Uma pista de cooper esta sendo planejada. “Posso adiantar que já concluímos o estudo, a pista terá 2,4 km. Pretendemos sinalizá-la inclusive com placas de metragem”.

Leandro também organizou o circuito de Mountain Bike. Segundo ele, o percurso foi projetado de modo a percorrer as áreas externas e possui extensão de 7 km “isso só foi possível devido a um acordo com o Viveiro ”.
Para os amantes do esporte, o administrador explica que a utilização do circuito é livre, mas que vale ressaltar que o Mountain Bike é um esporte que exige habilidade do praticante e o circuito possui uma dificuldade de nível médio. “O uso de capacete é fundamental”. 



Vale a pena:

  • Caminhar e/ou correr pelas trilhas existentes, que têm vários aclives e declives e trechos de terra adentrando a "mata fechada"; 
  • Percorrer as ciclovias disponíveis, que mesclam tipos diferentes de terrenos/pisos, são uma atração especial para os adeptos do uso de bicicletas (já teve várias competições oficiais de "mountain bike" no local) 
  • Fazer visita monitorada ao Viveiro Municipal Harry Blossfeld (2a. a 6a. feira das 7 às 16h). As visitas têm que ser agendadas previamente pelo telefone 4702-4395.

    Parque Cemucam - Fone: (11) 4702-2126.
    Rua Mesopotâmia, s/nº
    Jardim Passárgada - Cotia.
    (altura do km 24,5 da Raposo Tavares - sentido São Paulo).

    Horário de funcionamento é das 07:00hs às 18:00hs.
    Entrada Gratuita, estacionamento gratuito e dentro do parque.

    Abraços,
    Os Malas Prontas.

    Fontes: Jornal D'Aqui e Áreas Verdes da Cidade. 

    terça-feira, 7 de maio de 2013

    Qual Quechua é melhor, T6.2 ou T4.2 XL Air?

    Olá amigos!

    Quando falamos nas grandes barracas Quechua, não há dúvidas que o sonho de consumo da maioria é a Quechua T6.2 XL Air, que ainda não está à venda no Brasil, então, ficam várias dúvidas entre as opções disponíveis no mercado na hora de comprar, e uma delas é: Qual modelo devo comprar, a T6.2 ou a T4.2 XL Air?




    A maioria dos blogs campistas dá dicas de como escolher a barraca certa para você e sua família, lembre-se sempre de verificar a sua real necessidade, para não acabar escolhendo a barraca errada.

    Mas agora eu gostaria de compartilhar com vocês a experiência que tivemos entre as duas gigantes Quechua disponíveis no mercado, a T6.2 e a T4.2 XL Air.




    Quechua T6.2





    Quechua T4.2 XL Air                                            


    Como escrevemos no post "De casa nova - Quechua T4.2 XL Air" ficamos encantados com essa barraca na loja, estávamos num "dilema terrível", não sabíamos qual escolher. Depois de um longo tempo ficamos com a segunda opção.




    No post "Nossa Nova Barraca - Quechua T6.2" contamos como tivemos que trocar de barraca com "dor no coração", pois estávamos muito satisfeitos com a T4.2 XL Air e partimos para a T6.2.

    Recentemente acampamos no Camping Cabreúva (Link) com a T6.2. No caminho de volta para a casa, lembrando dos acampamentos com a T4.2 XL Air e a T6.2 a dúvida ressurgiu em nossas mentes. Qual é a melhor barraca?

    Vejamos algumas diferenças e semelhanças:

    1- A T6.2 é mais rápida para montar que a T4.2 XL Air;
    2- A T6.2 é mais leve que a T4.2 XL Air;
    3- A T6.2 não tem uma tela mosquiteira de porta inteira nos quartos e a T4.2 tem;
    4- A T6.2 não tem uma tela mosquiteira de porta inteira na entrada da barraca e a T4.2 tem;
    5- A T4.2 tem janelas nos quartos e a T6.2 não tem;
    6- A T4.2 XL Air é completa.
    7- A T6.2 se quiser, tem que comprar 01 lona (piso) para usar fora dos quartos;
    8- As duas são ótimas e ponto! Rs...

    Com todas essas observações acima, chegamos a conclusão de que as duas são ótimas barracas, afinal, elas suportam bem o calor, o frio, as chuvas, os ventos, e nos deixa confortáveis e seguros em qualquer situação.

    Esperamos que com essas informações você que assim como nós ficou indeciso na hora de comprar a sua gigante Quechua, não fique na dúvida e escolha logo a que mais lhe agradar.
    De uma coisa temos certeza, as barracas Quechua são ótimas, e estamos satisfeitos com a nossa T6.2!

    E você amigo campista, deixe aqui seu comentário sobre a sua barraca, está satisfeito com ela?


    Abraços,

    Os Malas Prontas.


    sexta-feira, 3 de maio de 2013

    Acampando em Cabreúva - SP

    Olá amigos,


    Antes de começar a falar sobre nosso acampa gostaria de agradecer aos amigos que opinaram sobre o fato de estarmos indo para o Camping Cabreúva, a maioria disse que não gostou muito de lá quando foram acampar e nos indicaram o Camping Chapéu de Sol em Itu, mas como fazia algum tempo que tinham ido, nós resolvemos arriscar e ir assim mesmo para o Camping Cabreúva  até para que todos saibam como está o camping atualmente.






    De última hora convidamos o Robson (irmão da Nanda) com a esposa Priscylla e as filhas Isabella (16 anos) e Camilla (08 anos) para nos acompanhar nessa viagem. Eles nunca acamparam, eles sempre falavam que a gente era doido de ir acampar e mais doidos ainda por levar uma criança, sempre diziam: "E se chover?? E se tiver raios?? E o vento não desmonta a barraca?? E se vier algum bicho?? E os Pernilongos e outros insetos?? E o frio à noite?? Tem banheiro??".

    Depois de responder todas estas perguntas e outras mais e de muito insistir eles aceitaram ir com a gente (eba!! disse a Mel). Nossa sobrinha Camilla faz aniversário no dia 05/05 e resolvemos então comemorar todos juntos o aniversário da Mel 27/04 e o da Cacá (Camilla).



    Isabella, Camilla, Robson e Priscylla no Camping Cabreúva


    Como a gente mora em cidades diferentes e a Nanda dirige devagar, resolvemos não ir juntos, deixando para nos encontrarmos na portaria do camping para fazermos o check-in todos juntos. Nós chegamos no camping pontualmente às 08:00hs conforme combinamos e nada do carro do Robson, esperamos, esperamos e nada, chegamos até a pensar que eles tinham desistido da viagem...kkkk.

    Como no camping não tinha sinal do celular (Oi / Vivo / Claro) resolvemos voltar até a rodovia para conseguir sinal e telefonar para eles que chegaram às 09:00hs.


    Esperando na saída da Rodovia

    Uau! Que lugar lindo e cheio de atrações, logo que cruzamos a portaria sabíamos que nosso fim de semana seria o máximo ainda mais com o sol e o calor que estava fazendo. Adoramos o lugar, funcionários atenciosos e educados, banheiros limpos, e uma vista maravilhosa!!!


    Montamos nossa barraca próxima à piscina Cabreúva II, onde tinha uma placa indicando "Lugar reservado para famílias", era à beira do lago, próximo aos banheiros, cada platô tem uma pia lava-pratos e um poste com iluminação e várias tomadas (todas 220v) e só agora escrevendo aqui percebemos que nem nos demos conta se tinha lava-roupas, até mesmo porque ficamos o tempo todo com roupas de banho...kkk...







    Enquanto montávamos a barraca, o Robson admirado com os chalés soltou a pérola: "Acampar é bom, mas se puder pagar um chalé...hum é bem melhor!" Todos caíram na risada pelo jeito que ele falou, ainda mais ele que preza demais o conforto e nunca acampou antes, pra vocês terem uma idéia acreditam que ele queria levar o vídeo-game e uma TV para o acampamento...kkk...totalmente sem noção!!! Mas depois que a barraca estava montada ele e a Pri se admiraram pelo tamanho e conforto que ela proporciona,  mas a frase ficou na mente e toda hora ele repetia, só que nós logo o corrigimos dizendo: "Ficar no chalé é bom, mas se puder acampar...hum, é melhor ainda!".

















    Depois do acampa montado tomamos uma café da manhã básico e fomos todos para a piscina pois fazia muito calor e queríamos aproveitar ao máximo.



    Olha a Mel (embaixo) trollando a foto da Cacá


    video
    Mel

    video
    Cacá


    video
    Priscylla (Doida)

    Depois de muita diversão chegou a fome e fizemos o tradicional churrasco e também teve o bolo de aniversário da Mel (09 anos) e da Cacá (08 anos).


     Gente que falta faz uma mesa, o jeito foi improvisar


     Eita festinha boa!

     Bolo sonho de valsa...nham, nham, nham...

     Seu dentista agradece...kkkkk





    video



     Família é tudo de bom!!!


    Quem disse que a felicidade está nas coisas mais simples da vida sabia 
    exatamente o que estava falando...


    Os sem noção...kkk


    À noite chegou, e a Nanda, a Pri e as crianças resolveram ir até o shopping de Itu para sacar $Dindin$ e comprar mais algumas coisas gostosas para comermos, e a Nanda enfiou o carro num buraco e olha a cara de preocupação dela. kkkkk...








    Enquanto as "meninas" saíram o Robson e o Dami foram curtir um Lual que estava rolando em uma outra parte do camping, quando elas chegaram o bate papo rolou até tarde...






    Quando foi por volta das 22:00hs passou um segurança pela nossa área verificando se tinha alguém fazendo barulho, fazendo cumprir o regulamento de não ter barulho após esse horário.

    Estávamos em 07 pessoas então resolvemos montar uma barraca iglu dentro da T6.2, com isso ganhamos 01 quarto a mais...até que a idéia foi boa e achamos uma utilidade para a nossa antiga iglu viajante (Quarto de hóspede), e ficou praticamente uma T6.3...kkkkkkk, vejam:


    Coube direitinho e nem atrapalhou a entrada do outro quarto.

    Isabella

    No domingo foi só alegria. a recompensa veio logo pela manhã quando a Mel acordou e nos disse que esse foi o melhor aniversário de "toooooda" sua vida e que quando crescer vai comprar uma barra e acampar por vários lugares diferentes.






    Pegamos o carro demos uma volta pelo camping mas optamos por ficar na mesma área que estávamos no sábado, visitamos uma cachoeira e fizemos um reconhecimento melhor da área, tinha tanta coisa legal que esquecemos de ir na tirolesa, uma pena...










    Tentamos pescar, mas os peixes não quiseram "papo" com a gente e não pegamos nada


    Cacá



    No domingo o local ficou cheio rápido, muitas famílias foram para passar o dia, mas mesmo assim estava bom e aproveitamos ao máximo, às 16:30hs retornamos para a barraca para um último churras e desmontar o acampamento.

    Exatamente às 17:59hs deixamos o camping e seguimos para a casa com um gostinho de quero mais, ficamos com muita vontade de voltar lá para ficar mais que 02 dias, pois é muito grande e tem muita coisa pra se fazer.


    Considerações finais:

    1-) O Camping Cabreúva é um lugar frequentado por todo o tipo de pessoa, vimos jovens bagunceiros e famílias com crianças, mas não tivemos problemas com música alta, ou qualquer outro.

    2-) Percebemos muita organização, os funcionários nos trataram super bem, e o horário de silêncio foi respeitado.

    3-) Mesmo encontrando a paz desejada não aconselhamos à ir para lá em feriados prolongados, pois pelo visto o camping fica muito cheio de gente.

    http://www.campingcabreuva.com.br

    Fone: (11) 4703-7030
    Preço na ocasião: R$50,00 por pessoa.
    Criança até 12 anos não paga.


    Abraços,
    Os Malas Prontas.